Histórias de Moradores do Morumbi

Esta página em parceria com o Museu da Pessoa é dedicada a compartilhar o acervo de vídeos e histórias com depoimentos dos Moradores.

História do Morador: João Ricardo Galvão de Barros Toscano
Local: São Paulo
Ano: 26/06/2014






Vídeo: "Eu sou um grande corintiano"

Sinopse:

Em seu depoimento, João Ricardo, conta sobre a sua infância no bairro do Morumbi em São Paulo. Fala sobre o programa de rádio que faz no colégio onde estuda e sobre a sua paixão pelo Corinthians.

História:

Minha data de nascimento é 29 de fevereiro de 2000, nasci em São Paulo. Meu pai chama-se Iderpol Leonardo Toscano Júnior e minha mãe, Maria do Carmo Galvão de Barros Toscano. Eles nasceram em São Paulo. Meus avós são de Jaú, no interior de São Paulo. Meu avô, ele era locutor de rádio, agora ele trabalha numa fazenda. Ele gosta de passear numa fazenda que a gente tem no interior. Eu faço agora um programa de rádio, todos os programas gravados ficam no site de rádio do colégio.

Minha avó, ela era professora e agora ela já está aposentada. A minha vó materna, ela não trabalhou muito não, porque quando ela se casou com meu avô, ela era bem novinha. E o meu avô, ele ainda trabalha, ele é promotor. Meus pais se conheceram no interior. Eles estavam passeando e se conheceram. Como todo casal, eles se aproximaram aos poucos, daí eles se gostaram um do outro. Meu pai é médico e minha mãe é promotora. Eles se casaram e foram morar no Morumbi. Eu sou o mais velho e tenho duas irmãs: Vitória e Carolina.

Eu sempre morei em casa que tem vários prédios, eu morei antes, num condomínio onde meus pais começaram a morar lá. Eles começaram a morar lá depois que eles se casaram. Daí depois, me mudei e agora eu estou num novo condomínio. É um condomínio muito bom, onde tem muitas pessoas boas. Eu costumo jogar muito futebol, meus pais também fazem tênis lá. Eu também, lá, fiz muitos amigos. Também tem muita pessoa que estuda comigo que também mora lá.

Antes eu estudava no Porto Seguro, agora eu estudo no Nossa Senhora do Morumbi. Eu tinha ótimo amigos lá, bons eventos: Festa Junina, que todo mundo se apresentava e tudo mais. Eu mudei quando eu tinha cinco anos, e estudo até agora, porque lá tem ótimos amigos os professores são legais. Na escola, eu gosto, no recreio de usar o computador, sabe, na informática, eu uso os computadores, assim, no recreio, tempo livre, pra ver um pouco das notícias, ver um pouco de vídeos, coisas assim. Eu fazia um pouquinho de teatro antes, agora faço um programa de rádio. Quando eu estava no quinto ano e tinha uns dez por aí, eu fazia um programa de fazer filme com os meus amigos. Agora eu faço um programa de rádio com meus amigos chamado "Tabelinha Um Dois", que fala sobre esporte. Eu vou falar, assim, um trecho que eu já falei num programa que eu já fiz: “Teve clássico em Barueri pelo Brasileirão, São Paulo e Corinthians. Empate por 1 a 1, gol de Fagner e Luís Fabiano num belo passe de Ganso." Eu sou um grande corintiano. Eu escolhi fazer rádio porque é uma das coisas que eu gosto. Também porque aparece no site da escola e também porque fala tudo sobre esporte. Também por causa que eu gosto de rádio, fala de coisas boas, fala de qualquer informação, de esportes, também faz trotes e piadas, lazer e cultura também, até faz documentário com celebridades, também. Também eu gosto de rádio, também, porque, às vezes, toca música, e também assim pra quando eu vou num lugar pra não ficar tão chato assim, eu uso uma música pra agradar, também assim, pra ouvir música, e você sabe, não demorar muito quando eu for num lugar pra agradar um pouco, escutar uma musica enquanto não chega no lugar.

A gente adora viajar, conhecer lugares novos e tudo mais. Eu já fui pros EUA, eu já fui pra Orlando, Flórida, que foi um lugar muito bom. Lá, sabe, que tem a Disney World, eu fui nos parques, nos brinquedos, mas o meu favorito é montanha russa. Eu fui pro Japão. Eu fui para o Japão por dois motivos: o primeiro foi pra passar as férias, também pra conhecer a cidade de Tóquio e tudo mais; e o segundo, é que eu fui ver o meu time de coração, o Corinthians jogar no Mundial de Clubes, que foi lá no Japão. Assisti, ao vivo. Foi demais o jogo. Eu lembro na hora do gol. Na hora do gol foi espetacular, ver o gol de pertinho. Nossa torcida vibrou muito, a gente pulou sem parar, de vibração e tudo que parecia que ia ter um terremoto. Brincadeirinha. Eu sou corintiano desde pequeno, o meu pai me incentivou, e eu sou corintiano desde pequeno. Eu não perco nenhum jogo. Eu ia nos jogos do Pacaembu, mas agora ficou um pouco complicado, que o estádio novo é um pouco mais longe, daí fica complicado.

Eu ainda estou em dúvida do que eu quero ser na minha profissão, mas eu já tenho uma, que eu estou pretendendo ser que é ser guia turístico; também viajar pra vários lugares, também, você sabe, gringos que vem pra cidade, conhecer e mostrar os lugares que tem e tudo mais.

Fiquei sabendo do Museu da Pessoa, pela moça que ficou aí, ela também está mostrando uns lugares bons pra conhecer daqui da cidade. É que na verdade, assim, ela me ajuda com algumas coisas que eu tenho dificuldade, e agora ela está me ajudando a conhecer lugares bons daqui da cidade de São Paulo. E daí depois ela falou pra mim: "Que tal ir pro Museu da Pessoa, contar sua história e tudo mais?". Daí assim, contar a história pra ficar gravado, óbvio que eu aceitei. Ela me ajuda em algumas lições que eu tenho dificuldade. Bom, na verdade assim, algumas lições, às vezes, eu faço sozinho, mas como eu falei, algumas lições que eu tenho dificuldade, eu peço ajuda pra ela, ela me ajuda e eu faço sem problema. Agora pouco eu fui no Museu da Língua Portuguesa, que fica no Centro da Cidade. Tem uma exposição lá sobre a Alemanha, e eu resolvi: "por que não?", também por causa que alguns dos meus ancestrais são alemães; também porque eu tenho sangue alemão; também porque eu gosto da Alemanha. Então resolvi visitar essa exposição pra ver um pouco mais sobre a Alemanha. Também fala sobre futebol, descobri algumas coisas lá, quem é ídolo da seleção alemã lá e essas coisas ai.

A coisa mais importante da minha vida é a minha família. Olha, um dos meus maiores sonhos era poder ver uma Copa do Mundo da Fifa ao vivo sabe, que eu nunca pude ver, e também agora acho uma pena, que eu não consegui ingressos, foi difícil também, porque no sorteio, eu não consegui também, por causa que os ingressos aumentaram agora o preço e agora ficou difícil pra eu comprar. Mas um dos meus sonhos é conhecer o novo estádio Arena Corinthians, que é um grande estádio também. Eu acho muito bom, contar o que você acha pra todo muito vê como foi sua história, acho muito bom.


Sobre o EncontraMorumbi
Fale com EncontraMorumbi
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra Morumbi no Facebook siga o Encontra Morumbi no Twitter Encontra Morumbi no Google+


Termos EncontraMorumbi | Privacidade EncontraMorumbi